As Melhores Dietas Para Perder a Barriga

Quando falamos em dieta para perder a barriga, certamente muita gente se interessou por essa temática, homens, mulheres, adolescentes, idosos. Esse público é bastante amplo e a culpa disso é a alimentação que temos levado no século XXI.

Perder a barriga é uma comoção global e grande parte da culpa para ter gordura localizada nessa região é necessariamente da alimentação. Excessos de massas, doces, refrigerantes, bebidas alcoólicas, carboidratos simples em geral.

Entendemos o incomodo causado por uma barriga um pouco saliente, pode começar pequeno, mas, logo traz bastante desconforto e também é um grande empecilho na busca do bem-estar quando falamos da relação consigo mesmo.

dieta perder barriga

Falaremos nesse texto das dietas para perder a barriga e voltar a sentir-se bem consigo mesmo. Vale lembrar que a prática de exercício físico também é uma peça chave nesse processo, então, não adianta nada comer bem e ter um estilo de vida sedentário.

Perder a barriguinha sobressalente não se trata somente de uma questão estética, sua presença é um fator de risco comprovado para diversas doenças crônicas tais como colesterol (dislipidemia), pressão alta (hipertensão), diabetes e diversos outros problemas de saúde.

Então, perca essa ideia que estar em forma é uma questão somente de estética e é completamente frívolo se preocupar com isso. Essa é, certamente, uma mentira. A circunferência abdominal impacta mais em sua saúdo do que o que você imagina.

Também vale ressaltar que reestruturar os seus hábitos alimentares (dieta), não consiste em fechar a boca para tudo, mas sim, iniciar um ciclo de reeducação alimentar que deve ser levada para a vida não somente no verão que você quer usar a sua roupa de banho favorita.

As dietas para perder a barriga

dieta perder barriga

Para a dieta ser efetiva, você deve gastar mais calorias do que consome diariamente, está aí a importância do exercício físico que falamos no começo desse texto, mas, certamente a dieta é um grande passo na direção certa.

1.     Dieta Mediterrânea

Substituir total ou majoritariamente a carne vermelha por peixes e frutos do mar é um bom começo para o objetivo final. Esses alimentos são ricos em ômega 3, um ácido graxo que atua na desinflamação das células adiposas, onde a gordura do nosso corpo é armazenada, diminuindo seu volume. Também ajuda no metabolismo da glicose, impedindo que essa seja transformada em gordura.

2.     Dieta dos probióticos

Os lactobacilos contidos nesse alimento produzem substâncias que ajudam na manutenção do peso correto além de equilibrar a flora intestinal. Diversos estudos demonstram que a flora intestinal inadequada pode sim estar relacionada com o ganho de peso.

3.     Dieta dos Alimentos Integrais

Os integrais são ricos em fibras e carboidratos complexos que ajudam no ritmo intestinal e desaceleram a absorção de glicose pelo organismo.

4.     Dieta do Chá

Certamente quem está à procura de perder peso tem esses itens no armário da cozinha. Todos eles são cientificamente comprovados no auxílio da perda de peso, cada um por um mecanismo. O chá verde e o gengibre são termogênicos e aceleram o metabolismo, já o chá de hibisco impede a proliferação de células adiposas.

Essa são só algumas dicas que você pode facilmente incluir em sua dieta no dia a dia. Suas necessidades nutricionais nunca devem ser deixadas de lado para aderir a uma “dieta milagrosa”, consulte sempre um nutricionista. A reeducação alimentar é muito importante para sua saudade.

 

Aqui no JPeregrino, você encontra tudo para sua saúde e muito mais.

This entry was posted in Saúde. Bookmark the permalink. Both comments and trackbacks are currently closed.