Saiba a diferença entre persona e público-alvo

Se você é empresário e busca estar sempre atualizado em relação às estratégias de marketing mais atuais do mercado, certamente já se perguntou: qual a diferença entre persona e público-alvo?

Apesar de serem levados como sinônimos, há diferenças técnicas entre um termo e outro.

O marketing sempre foi uma área importante para as empresas, independentemente do nicho em que elas atuam. 

Isso porque ele ajuda na promoção e divulgação dos produtos ou serviços oferecidos por um estabelecimento de divisórias para banheiro, possibilitando maior assertividade no processo e crescimento nas vendas.

Porém, é importante lembrar que o marketing está em constante evolução. Afinal, os padrões de consumo mudam periodicamente, o que implica na renovação das campanhas feitas por uma empresa.

A persona e o público-alvo são elementos fundamentais no marketing atual, e podem ser diretamente responsáveis pela elaboração de uma divulgação coerente e que alcance os potenciais clientes de um negócio adequadamente. 

Não à toa, é praticamente impensável hoje idealizar uma campanha de marketing sem conhecer as características principais do público para o qual ela se destina, correndo o risco de não alcançar o objetivo estabelecido, caso essa informação seja ignorada.

Por isso, se você deseja conhecer quais as diferenças entre persona e público-alvo, de modo a desenvolver uma publicidade mais delineada para o seu negócio, siga na leitura deste artigo e amplie os seus conhecimentos sobre o assunto. 

O que é a persona de uma empresa?

Ao desenvolver uma campanha de marketing para promover uma empresa de manutenção de geradores, é preciso identificar uma série de características, tanto da empresa, quanto dos seus clientes, para que ela seja assertiva e direta, trazendo resultados. 

Um dos principais elementos desse planejamento de marketing deve ser, justamente, o de identificar a persona do negócio, para que seja possível direcionar o que está sendo divulgado. 

Mas afinal, o que é persona? Ela se trata do perfil semi-fictício do cliente de uma empresa, que ajuda na elaboração de um anúncio ou campanha mais efetivos para o estabelecimento. 

A persona traz uma descrição bastante completa, ou seja, ela aborda:

  • Nome;
  • Idade;
  • Dados demográficos;
  • Formação;
  • Objetivos;
  • Motivações;
  • Entre outros aspectos.

Isso quer dizer que a elaboração da persona de uma escola de educação infantil vai ser bem delineada, o que ajuda a entender melhor o perfil dos pais que procuram pela estrutura oferecida por aquele colégio.

Afinal, há pais que procuram ensino bilíngue para os seus filhos, enquanto outros priorizam atividades extracurriculares. 

A descrição de uma persona influencia diretamente nisso, já que pode ajudar a fazer um anúncio muito mais completo e direcionado. 

Depois de entender um pouco mais sobre a persona, é importante saber qual a diferença dela para o público-alvo, outro elemento muito utilizado no marketing de um negócio. 

Quais as diferenças entre persona e público-alvo?

A finalidade de conhecer o público-alvo de uma empresa de rede para varanda é a mesma que a da persona, ou seja, saber identificar com quem a empresa deve dialogar nas suas campanhas para ter maior sucesso de vendas. 

Mas, então, qual é a diferença entre eles? A principal é a de que o público-alvo é muito mais abrangente, e leva em consideração um grupo de pessoas que se interessa pelo produto ou serviço que uma loja pode oferecer, de modo mais amplo. 

Enquanto isso, a persona cria um perfil, que é baseado nos clientes atuais de uma empresa, para que ela possa materializar uma “pessoa” que entraria no estabelecimento para fazer uma compra, desenvolvendo um bom atendimento ao consumidor.

Mas é importante lembrar que o público-alvo não exclui a utilização da persona, e vice-versa. 

O ideal é, justamente, que a equipe de marketing da empresa utilize as duas ferramentas em momentos distintos. 

O público-alvo, por exemplo, permite que a empresa faça um estudo melhor do seu mercado, e possa coletar dados que ajudam na elaboração de um planejamento de marketing bastante eficiente. 

A persona pode ser aplicada em etapas mais específicas, onde é preciso pensar na melhor linguagem para falar com o cliente, e entender os desejos dele para que você trabalhe de modo mais personalizado a cada anúncio feito para o seu negócio. 

Ou seja, para elaborar uma campanha de marketing que tem como objetivo promover um enxoval de bebê completo, você pode utilizar o público-alvo para conhecer os seus potenciais clientes, e a persona para conquistá-los mais facilmente. 

Em resumo, é possível dizer que o público-alvo tem uma definição mais ampla, não se refere a um cliente específico; mostra quais pessoas querem o seu produto, mas não fala sobre os hábitos dos seus compradores.

Já a persona possui uma definição mais específica, com um personagem próprio, mostrando o perfil do consumidor ideal. Ela também conhece os hábitos e motivações, além do trabalho e da formação do comprador. 

Por que utilizar a persona nas suas ações de marketing?

Como é possível verificar, a persona e o público-alvo de uma companhia podem ser trabalhados em diferentes etapas de uma estratégia de marketing, o que pode auxiliar na elaboração de anúncios cada vez mais efetivos. 

Sabendo um pouco mais sobre a importância da persona, é importante entender os motivos pelos quais ela deve ser utilizada nas suas ações e campanhas de marketing. Confira alguns deles a seguir. 

1 – A persona e a linguagem dos seus anúncios

Quando você quer promover um produto como o aço 5160, certamente sabe que as pessoas que vão adquiri-lo possuem um perfil diferente daquelas que são compradoras de cosméticos, por exemplo. 

Sendo assim, quando você elabora a persona da sua marca, você conhece qual o melhor tipo de linguagem para falar com esses clientes, tornando termos técnicos mais acessíveis ou falando com um tom mais ou menos formal.

Como a persona leva em consideração a formação e o trabalho realizado pelos clientes da sua empresa, você saberá utilizar a linguagem que faça mais sentido para um anúncio do seu estabelecimento. 

2 – A persona e o tipo de conteúdo elaborado pela sua empresa

Definir a persona do seu negócio também pode ajudar no desenvolvimento de conteúdos mais assertivos, que possam tratar de assuntos que sejam do interesse dos seus clientes. 

Isso é importante pois um cliente que esteja buscando uma capa de violão na sua empresa, certamente gostará de fazer leituras ou de visualizar vídeos que estejam relacionados com o segmento do negócio, ou seja, o nicho musical.

Sendo assim, você deve pensar em quais temas podem atrair a atenção da persona do seu estabelecimento, baseando-se sempre no que o perfil fictício pode oferecer de subsídios, para entender melhor como se comporta um cliente da sua empresa. 

3 – A persona e o uso de palavras-chave

Com a persona estabelecida, você saberá qual é a melhor forma de mencionar os seus produtos dentro de um conteúdo, utilizando as palavras-chave corretas para melhorar as suas vendas.

Um exemplo disso é utilizar um termo como “pastas com bolsa” na sua loja virtual, que fará com que um cliente encontre os seus produtos mais facilmente dentro de uma pesquisa nos buscadores. 

A persona ajuda justamente a entender como o uso de algumas palavras pode ser a melhor maneira de conduzir um bom anúncio e conseguir ser visto pelos consumidores da sua marca, aumentando as vendas. 

4 – A persona e o envio de e-mail marketing

O e-mail marketing é um dos elementos mais importantes de um plano de marketing, e conhecer bem a persona, pode indicar boas estratégias no uso dessa ferramenta. 

Um dos fatores é a periodicidade com que se envia mensagens, levando em consideração as características que o público da sua empresa possui. 

Outro ponto fundamental é a abordagem que se faz no e-mail, garantindo que ele seja pensado para se comunicar de modo mais assertivo e personalizado com os leitores. 

Considerações finais

A persona de uma marca é a melhor maneira de conseguir com que as suas campanhas e os seus anúncios sejam idealizados e elaborados com maior foco e eficiência, sendo um importante elemento do marketing de um estabelecimento. 

Por isso, é indispensável que você conheça o perfil do seu público, para saber como lidar com essas pessoas, e utilizar as estratégias mais indicadas de acordo com as características como idade, profissão, motivação e objetivos da persona.

Depois de contar com o auxílio que o público-alvo pode oferecer para que você construa bons anúncios, é preciso focar na especificidade, o que não significa necessariamente que o seu negócio deve possuir apenas um tipo de persona. 

Você pode elaborar mais de um perfil, de acordo com as características dos seus clientes atuais, para saber qual é a melhor abordagem para as suas ações de marketing. 

Então, se você ainda não conhece a persona do seu negócio, invista nessa frente o quanto antes e veja os seus resultados serem cada vez mais positivos.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

This entry was posted in Marketing Digital. Bookmark the permalink. Both comments and trackbacks are currently closed.