MOTO: ACIDENTES REPRESENTAM 76% DAS INDENIZAÇÕES DO DPVAT NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2018

Um boletim formulado pela Seguradora Líder – empresa que administra o seguro obrigatório DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres) aponta alguns dados referente a acidentes de trânsito envolvendo moto em todo o país. Os dados referem-se ao período que vai dos meses de janeiro a abril de 2018.

acidente indenizacao dpvat

O levantamento indicada que 76% do total das indenizações do DPVAT, desse período analisado, referem-se a acidentes envolvendo motos. O percentual é 8% menor do que o que fora registrado no mesmo período de 2017.

De qualquer forma, o percentual total de indenizações às vítimas de acidentes envolvendo motocicletas – 76% do total – ainda pode ser considerado alto.

Vale relembrar que o seguro obrigatório DPVAT contempla 3 modalidades para indenização: Reembolso de Despesas Médicas e Assistenciais, Invalidez Permanente e Morte.

De acordo com o levantamento da Seguradora Líder, as indenizações por invalidez, em envolvendo moto, representou, durante o período analisado (janeiro a abril de 2018), mais de 82 mil pagamentos. O valor demonstrou uma queda de cerca de 13%, em relação ao mesmo período analisado no ano de 2017.

Nos 4 primeiros meses do ano de 2018, mais de 12 mil indenizações DPVAT foram efetuadas a herdeiros de vítimas fatais de acidentes com motocicletas.

Homens ainda são os maiores beneficiários do seguro DPVTA

As pessoas do sexo masculino ainda formam o maior grupo de indenizados DPVAT por acidentes de trânsito.

A maior faixa de idade desses beneficiários são motoristas entre 18 3 34 anos – o que corresponde a mais de 55 mil homens. Com esse levantamento, é possível concluir que os acidentes de trânsito acontecem, geralmente, com motoristas mais jovens e em situação economicamente ativa.

Os dados ainda relevam que, do total das indenizações DPVAT pagas, são efetuados pagamentos para mais de 71 casos envolvendo motoristas homens – sendo que destes, 62.428 referem-se a acidentes com moto (88%).

Mesmo que a frota total nacional represente 27% de motos, cerca de 76% das indenizações DPVTA são destinadas a vítimas de acidentes envolvendo motocicletas.

Região Nordeste: maior número de acidentes do país

De janeiro a abril de 2018, por exemplo, a região Nordeste do país foi a que apresentou maior índice de indenizações DPVAT: 31% do total. Em 2º lugar vem a região Sudeste com 29% e a região Sul, em 3º, com 19%.

Vale levar em consideração que, embora a região Nordeste tenha apresentado o maior índice de indenização DPVAT, ela tem a 3ª maior frota de automotores do país.

Isso significa que nos 4 primeiros meses de 2018, a região Nordeste apresentou o trânsito mais perigoso do país.

Seguradora Líder X seguro obrigatório DPVAT

Como mencionado a Seguradora Líder é, atualmente, a empresa que administra o seguro obrigatório DPVAT. A segurado faz levantamentos mensais sobre as indenizações pagas pelo DPVAT, além de levantamentos em geral sobre as condições do trânsito em todo o país e a frota de automotores.

Todas as informações aqui expressas são de total responsabilidade da Seguradora Líder.

This entry was posted in Finanças. Bookmark the permalink. Both comments and trackbacks are currently closed.